Marido de deputada baleada nos EUA diz que ela o reconhece

Astronauta Mark Kelly afirma que, na cama do hospital, Gabrielle Giffords faz brincadeira com a aliança de casamento

iG São Paulo |

O astronauta Mark Kelly, marido da deputada americana baleada na cabeça durante um ataque no Arizona na semana passada, afirmou que sua mulher o reconhece. A congressista Gabrielle Giffords está internada na UTI desde 8 de janeiro, dia da tragédia.

Kelly disse ter certeza de que a mulher o reconhece porque, mesmo na cama do hospital, ela continua fazendo uma brincadeira com a aliança de casamento que era seu hábito: mover o anel para cima e para baixo com os dedos e, às vezes, colocá-lo no dedão.

"Ela já fez isso antes", afirmou Kelly, em entrevista à emissora ABC. "Ela fazia quando estávamos sentados em um restaurante. E agora está fazendo um movimento idêntico."

Segundo Kelly, a mulher não sabe que seis pessoas morreram no ataque, incluindo Gabe Zimmerman, que integrava sua equipe.

O astronauta contou, ainda, que durante 20 minutos acreditou que sua mulher estivesse morta, após uma reportagem de uma emissora afiliada da ABC no Texas ter dado a informação. Kelly, que estava no Texas e usou o avião de um amigo para voltar ao Arizona, foi até o banheiro da aeronave e, segundo ele, "desabou".

"Ouvir que ela tinha morrido foi simplesmente devastador", contou ele, que só soube que Giffords estava viva após telefonar para a sogra, que estava na porta do hospital onde a deputada estava sendo operada.

Estado 'sério'

No domingo, os médicos que tratam a deputada afirmaram que o estado de saúde dela melhorou de "crítico" para "sério". Giffords foi submetida a uma traqueostomia no sábado e respira sem a ajuda de aparelhos

Giffords, de 40 anos, é a única paciente em estado crítico depois do atentado que deixou outros 12 feridos. Os médicos tem manifestado otimismo com o ritmo de sua recuperação. Nos últimos dias, ela vem abrindo os olhos e acompanhando o movimento de objetos no seu campo de visão. Também responde a comandos simples, como mexer os dedos das mãos e pés.

A democrata, que está em seu terceiro mandato, foi baleada durante um ato público em frente a um supermercado. A polícia acusa Jared Lee Loughner, um ex-universitário de 22 anos, pelo ataque. Ele está preso.

Com EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: arizonaataquegabrielle giffordseuaJared Loughner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG