Marido de Amy Winehouse é condenado a 27 meses de prisão por agressão

Londres, 21 jul (EFE).- O marido da cantora britânica Amy Winehouse, Blake Fielder-Civil, foi condenado hoje a 27 meses de prisão por agredir o dono de um pub em Londres e oferecer depois dinheiro para que retirasse a acusação.

EFE |

Ao ditar a sentença em uma audiência realizada em um tribunal de Londres, que não contou com a presença da cantora, o magistrado David Radford destacou que Fielder-Civil, de 26 anos, tinha se comportado de um modo "injustificado e vergonhoso".

Fielder-Civil, que se declarou culpado das acusações, já cumpriu nove meses de prisão preventiva, por isso poderia sair em liberdade em quatro meses e meio se tiver boa conduta na prisão, segundo a agência britânica de notícias "PA".

O acusado admitiu durante o julgamento, realizado em um tribunal de Snaresbrook, no leste de Londres, que tinha agredido James King, de 36 anos, em um pub na capital britânica em junho de 2006.

Além disso, reconheceu que tentou fazer com que King retirasse o processo oferecendo 200.000 libras (US$ 399.000).

Outros três acusados, um dos quais admitiu a acusação de agressão, foram condenados à prisão por obstruir a Justiça.

O juiz rejeitou um pedido de Fielder-Civil para que fosse enviado a um centro de desintoxicação.

Devido à agressão, King teve fratura no rosto e ainda precisa de ajuda psicológica. EFE ep/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG