Maria Isabel Allende diz que seu pai ainda é uma referência na A.Latina

Madri, 28 jun (EFE).- A deputada socialista chilena Maria Isabel Allende, filha do ex-presidente Salvador Allende, disse acreditar que seu pai ainda é uma referência na América Latina e que sua lembrança está viva, como demonstram as diversas homenagens pelo centenário de seu nascimento.

EFE |

Em entrevista publicada hoje pelo diário espanhol "El País", Maria Isabel afirma que seu pai, que morreu durante o golpe de Estado de Augusto Pinochet (1973), está "mais vivo que nunca" na consciência dos chilenos e do mundo em geral.

Diferentes países de vários continentes homenagearam o ex-presidente socialista, o que indica que seu pensamento e obra seguem "vigentes".

A situação é mais clara na América Latina, que é "a região mais desigual do planeta, não a mais pobre, com muita discriminação", afirmou a parlamentar socialista, para quem seu pai "dedicou a vida a melhorar as condições de seu povo, a lutar pelos que tinham menos e a construir um país mais justo". EFE jgb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG