Maradona se filia ao peronismo; Kirchner diz que partido já tem um camisa 10

Buenos Aires, 24 abr (EFE).- O ex-jogador argentino Diego Maradona filiou-se ao Partido Justicialista (PJ), o mesmo da presidente Cristina Fernández de Kirchner, afirmou hoje Alejandro Granados, o prefeito de Ezeiza, na periferia de Buenos Aires e onde o craque vive com sua namorada há algum tempo.

EFE |

"Fizemos ele se filiar ao PJ", disse Granados a uma rádio.

A informação foi confirmada ainda na noite desta quinta-feira, quando, em um ato do partido também em Ezeiza, o ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner disse que Maradona "vai ser o (camisa) 10 do peronismo".

"Eu sempre quis ser o 10 do PJ, mas parece que já temos o (camisa) 10. Obrigado, Diego, por confiar na presidente argentina", disse o ex-governante.

Néstor Kirchner, que deixou o poder em 10 de dezembro, virará o presidente do PJ no próximo dia 18. EFE cw/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG