Maoístas nomeiam novo chefe de forças armadas no Nepal

Katmandu, 12 set (EFE).- O governamental Partido Comunista do Nepal-Maoísta (CPN-M) nomeou hoje como novo chefe das forças armadas Nanda Kishore Pun, para substituir Pushpa Kamal Dahal, conhecido como Prachanda e que foi eleito em agosto primeiro-ministro do país.

EFE |

O comitê central do partido decidiu que Pun, conhecido como Pasang e até agora um dos três comandantes adjuntos do Exército de Libertação Popular (PLA, antiga guerrilha), suceda Prachanda, que renunciou como comandante após assumir o controle do Governo.

Os maoístas também anunciaram que Mohan Baidya "Kiran", um dos representantes da linha dura maoísta, seja o novo chefe de organização do partido.

O acordo de 2006 entre os maoístas e o Governo, que acabou com dez anos de guerra, coloca o PLA em pé de igualdade com o Exército nepalês e prevê uma integração de ambos em um só corpo.

Este é um passo fundamental no processo de paz vivido pelo Nepal, após os maoístas se impuserem na eleição à Assembléia Constituinte e esta declarar a República em 28 de maio.

Na última quarta, o presidente do Nepal, Ram Baran Yadav, apresentou à Assembléia o programa do novo Governo e afirmou que a integração de guerrilha e Exército acontecerá nos próximos seis meses.

No entanto, segundo uma fonte da missão da ONU no Nepal, que supervisiona o processo de paz, o prazo poderia ser estendido, já que até agora aconteceram poucos avanços.

Atualmente há 19.602 ex-combatentes maoístas, entre eles aproximadamente 3,5 mil mulheres, espalhados por 28 acampamentos ao longo de todo o país, sob vigilância de inspetores da ONU. EFE ms/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG