Manobra de McCain desarranja conversas sobre crise

WASHINGTON (Reuters) - Negociações envolvendo um gigantesco plano de socorro a Wall Street caíram em desarranjo na quinta-feira depois que democratas disseram ter descoberto em um encontro na Casa Branca que o candidato republicano à presidência dos EUA, John McCain, está apoiando uma alternativa que difere substancialmente da que estava sob discussão. O deputado democrata Barney Frank , de Massachusetts, presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados dos EUA) e participante do encontro vespertino na Casa Branca, disse que as negociações podem sofrer um sério retrocesso.

Reuters |

"Republicanos da Casa, em um tipo de arranjo com McCain, partiram para qualquer lugar. Eu não sei se eles estão prontos para negociar isso. O negócio deles era um tipo totalmente diferente de plano de seguro hipotecário... que claramente atrasará (as conversas) por uma semana ou mais", disse Frank a jornalistas.

"Nós estamos esperando para ouvir os republicanos da Casa", disse Frank, que desempenhou um papel-chave nas conversas sobre a proposta do governo de George W. Bush de gastar 700 bilhões de dólares em dinheiro do contribuinte para comprar dívidas de bancos em dificuldade.

Um grupo de republicanos conservadores na quinta-feira propôs um plano de seguros de hipotecas como alternativa ao socorro proposto por Bush, o que gerou criticismo em Washington.

"Parece que o senador McCain alinhou-se aos republicanos da Casa, que querem começar uma abordagem completamente diferente", disse o deputado democrata pela Califórnia Henry Waxman à Reuters depois de um encontro na Casa. "É difícil imaginar para onde ir daqui."

Falando a jornalistas no Capitólio, o presidente do Comitê Bancário do Senado, Christopher Dodd, reclamou que até o encontro de quinta-feira na Casa Branca nenhum republicano havia mencionado um plano alternativo para Wall Street.

O líder da maioria no Senado, Harry Reid, afirmou estar "um pouco atordoado" depois de ouvir a conversa na Casa Branca sobre um plano completamente novo, desenhado pelos republicanos.

    Leia tudo sobre: mccain

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG