Manifestantes tailandeses fecham aeroportos de Bangcoc

Os manifestantes que exigem a renúncia do governo tailandês fecharam nesta quinta-feira um segundo aeroporto em Bangcoc, informou uma autoridade aeronáutica, um dia após a ocupação do principal aeroporto da capital da Tailândia.

AFP |

Os partidários da Aliança do Povo para a Democracia (PAD) iniciaram a ocupação do aeroporto de Don Mueang na noite de quarta-feira, forçando as autoridades a suspender as operações, a partir da meia-noite.

"Os manifestantes bloquearam a entrada do terminal aéreo e decidimos suspender as atividades até às 18H00 (09H00 Brasília) de quinta-feira", disse Anirut Thanomkulbutra, diretor do Don Mueang.

O Don Mueang é utilizado apenas para vôos domésticos, mas era o único aeroporto em atividade na capital após o fechamento do aeroporto internacional Suvarnabhumi, o que deixou milhares de turistas presos na Tailândia.

O primeiro-ministro da Tailândia, Somchai Wongsawat, rejeitou na quarta-feira o apelo do comandante das Forças Armadas de convocar eleições antecipadas para resolver a crise política no país, que se prolonga há meses.

Durante um pronunciamento à nação, transmitido pela televisão, Somchai declarou que os manifestantes que ocupam o aeroporto internacional de Bangcoc e prédios públicos para exigir sua demissão tentam derrubar o processo democrático.

O comandante das Forças Armadas da Tailândia, o general Anupong Paojinda, havia pedido ao primeiro-ministro tailandês que dissolvesse o Parlamento e convocasse novas eleições, negando qualquer tentativa de golpe de Estado.

ask-lm/sd/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG