Manifestantes são contra enterro do casal Kaczynski em castelo histórico

Varsóvia, 13 abr (EFE).- Centenas de cidadãos protestaram hoje na Cracóvia contra a decisão de enterrar o presidente polonês, Lech Kaczynski, e sua esposa, María, no castelo Wawel.

EFE |

O lugar é um símbolo da Polônia e os manifestantes consideram que o casal presidencial não deveria descansar lá.

"Queremos um plebiscito para decidir se o presidente Kaczynski deve ser enterrado neste lugar", pediram os manifestantes, a sua maioria jovens, concentrados nos arredores do castelo. "Eu respeitava o presidente, mas sinceramente acho que ele não se encaixa neste lugar, onde jazem os restos de pessoas realmente importantes para o país", explicou um deles.

O cardeal Stanislaw Dziwisz confirmou hoje a decisão de enterrar Lech e Maria Kaczynski no castelo de Wawel, onde entre outros descansa o marechal Jozef Pilsudzkiego, artífice da independência da Polônia em 1918 após séculos de dominação russa, alemã e austríaca.

Lech Kaczynski, presidente da Polônia desde 2005, contava com numerosos detratores no país centro-europeu, onde muitos cidadãos criticavam seu ceticismo em relação à Europa, suas posturas às vezes homofóbicas e o que consideravam uma excessivamente nacionalista, posições que também resultaram em reprovações de Bruxelas.

Vários líderes mundiais, entre eles o presidente americano, Barack Obama, já confirmaram que participarão do funeral dos falecidos no acidente de Smolensk (Rússia). EFE nt-jcb/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG