Manifestantes retomam protesto perante o Parlamento tailandês

Bangcoc, 29 dez (EFE).- Vários centenas de opositores do novo Governo da Tailândia se manifestaram hoje perante o Parlamento, onde o primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva, deve divulgar as linhas gerais da política que vai desenvolver.

EFE |

Os manifestantes da Aliança Democrática contra a Ditadura são seguidores do ex-primeiro-ministro, Thaksin Shinawatra, deposto em setembro de 2006 por meio de um golpe de estado e condenado à revelia a dois anos de prisão por abuso de poder.

A concentração começou no domingo e a ela se uniram hoje manifestantes chegados a Bangcoc em ônibus vindos de províncias próximas.

O vice-primeiro-ministro, Suthep Thaugsuaban, disse à imprensa, que o Governo trabalha com a possibilidade de adiar a sessão plenária da Câmara por causa do bloqueio das ruas adjacentes ao prédio por parte dos manifestantes.

"Estamos negociando com os manifestantes a fim de que permitam o acesso dos deputados ao recinto do Parlamento", apontou o vice-primeiro-ministro.

Um dos dirigentes da Aliança, Jatuporn Promphan, reiterou que os manifestantes manterão o protesto até que o primeiro-ministro anuncie a dissolução do Parlamento e convoque eleições.

A Constituição estabelece que o Governo pode começar a trabalhar de forma oficial, só depois que seu chefe tenha exposto seu programa político perante o Parlamento.

Os impulsores das novas mobilizações são os oponentes dos ativistas que mantiveram em xeque os últimos dois Governos e propiciaram a crise que desembocou no bloqueio dos dois principais aeroportos da capital durante mais de uma semana, em novembro.

Vestidos com camisetas vermelhas em contraposição às peças de cor amarela símbolo dos protestos anteriores, os seguidores de Shinawatra consideram que o Governo do atual primeiro-ministro carece de legitimidade por ter chegado ao poder após a inabilitação de seu antecessor, Somchai Wongsawat, por parte do Tribunal Supremo do país. EFE tai/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG