Manifestantes reivindicam em Bruxelas fim da repressão a cristãos no Iraque

Bruxelas, 19 abr (EFE).- Milhares de pessoas, muitas delas procedentes de outros países europeus, fizeram uma manifestação hoje em Bruxelas para protestar contra a perseguição dos cristãos no Iraque, segundo a agência Belga.

EFE |

Cerca de 4.000 manifestantes, segundo a Polícia, percorreram as ruas da capital belga, até terminar em frente ao edifício do Conselho da União Européia, para pedir ao bloco europeu e também aos Estados Unidos mais compromisso em relação à situação dos cristãos no Iraque.

Segundo os organizadores da manifestação, que foi convocada por várias associações em representação das diversas correntes cristãs do Iraque, a situação nesse país é "intolerável" para os cristãos, já que, desde a invasão americana, em 2003, são perseguidos e sofrem também seqüestros e assassinatos.

A pretensão dos manifestantes é estabelecer uma zona autônoma dentro do Iraque para os cristãos, no norte do país, na região de Mossul.

Destacam que antes da invasão, havia no país 1,5 milhão de cristãos e agora, após uma emigração em massa, restam apenas 700.000. EFE epn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG