Manifestantes protestam em Cartum contra Tribunal Penal Internacional

Cartum, 13 jul (EFE).- Centenas de pessoas fizeram uma manifestação hoje, em Cartum, contra o Tribunal Penal Internacional (TPI), que deve acusar amanhã altos funcionários sudaneses de crimes contra a humanidade devido ao conflito em Darfur.

EFE |

O protesto ocorreu em frente à sede do Conselho de Ministros, onde os manifestantes gritaram palavras de ordem contra o promotor-chefe do TPI, Luis Moreno Ocampo, e em apoio ao presidente sudanês, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, que poderia estar entre os acusados.

"Adiante Bashir, somos seus soldados" e "Ocampo vergonha" foram algumas das palavras de ordem das centenas de pessoas reunidas na capital do Sudão.

Os manifestantes também criticaram os Estados Unidos, a quem acusam de estar por trás da decisão do TPI, que, se for confirmada, seria a primeira deste tipo adotada contra um governante árabe.

Se finalmente Bashir for acusado pelo tribunal de Haia, seria o terceiro presidente em exercício a ser perseguido por uma instituição internacional, depois do sérvio Slobodan Milosevic e do liberiano Charles Taylor. EFE az/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG