Manifestantes palestinos trocam pedras por sapatos em protesto antiisraelense

Centenas de palestinos jogaram nesta sexta-feira sapatos contra soldados israelenses na barreira de separação da Cisjordânia, imitando o jornalista iraquiano que, no domingo passado, jogou seus calçados contra o presidente George W. Bush.

AFP |

O protesto foi protagonizado por uns 500 palestinos, que trocaram as habituais pedras por sapatos, perto na cidade cisjordana de Bilin.

"Queremos manifestar nosso apoio ao jornalista iraquiano Muntazer al Zaidi e dizer que, como os iraquianos, nós nos opomos à ocupação", afirmou à AFP um dos organizadores da manifestação que acontece semanalmente na Cisjordânia cortada pelo muro da separação ou do apartheid, como costuma chamar.

Em Nilin, outra localidade cisjordana, os manifestantes também jogaram sapatos contra os soldados contra protesto pela "polícia americana que apóia Israel".

Israel assegura que o muro de mais de de 700 km construído na Cisjordânia é uma medida legítima que permite limitar os atentados palestinos.

Em 9 de julho de 2004 a Corte Internacional de Justiça considerou a construção da barreira ilegal e exigiu sua derrubada, assim como o fez a Assembléia Geral da ONU.

No entanto, Israel sempre ignorou a determinação.

str-he-mel/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG