Manifestantes jordanianos criticam cerco israelense a Gaza

Amã, 19 nov (EFE) - Milhares de manifestantes jordanianos saíram hoje às ruas em protesto contra o contínuo cerco da Faixa de Gaza realizado pelas forças israelenses.

EFE |

A manifestação, que terminou em frente ao edifício da Assembléia Nacional, foi organizada pelo influente movimento dos Irmãos Muçulmanos, seu braço político, pela Frente de Ação Islâmica (IAF, em inglês), e pelos sindicatos.

Os manifestantes carregavam cartazes e gritavam frases contra os países árabes, especialmente Egito, por não terem conseguido romper o cerco e reabrir os pontos fronteiriços entre o território palestino e Egito.

Ao se dirigir aos manifestantes, o secretário-geral da IAF, Zaki Bani Ershaid, pediu a "normalização livre de encargos" entre os países árabes e Israel.

Bani Ershaid também pediu ao Governo jordaniano que "cancelasse" o tratado de paz que acordou com Israel em 1994 para forçar o país a pôr fim ao bloqueio da Faixa de Gaza. EFE ajm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG