Manifestantes que participavam em um protesto contra a vitória do Partido Comunista da Moldávia nas eleições legislativas de domingo conseguiram invadir a sede da presidência e o Parlamento em Chisinau, após uma grande confusão que deixou pelo menos 10 policiais feridos.

Os manifestantes, a maioria jovens, retiraram e queimaram móveis dos edifícios, apesar das tentativas das forças de segurança de dispersar a multidão com bombas de gás lacrimogêneo e jatos d'água.

ag-alf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.