Manifestantes hondurenhos que aguardam o retorno do presidente deposto Manuel Zelaya entraram em confronto com os soldados e policiais que bloqueiam a passagem para a fronteira com a Nicarágua, constataram jornalistas da AFP.

Os incidentes começaram ao meio-dia (15H00 de Brasília), hora em que começou a vigorar nas zonas perto das fronteiras com Nicarágua e El Salvador um toque de recolher de 18 horas imposto pouco antes pelo governo de fato de Roberto Micheletti.

Policiais atacaram os manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo, e receberam pedradas. A calma foi restabelecida em pouco tempo, mas novos confrontos foram registrados uma hora depois. As forças da ordem instalaram uma barreira na localidade de El Paraíso, a 10 km da fronteira com a Nicarágua.

jc/yw/df

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.