Manifestantes detêm 66 policiais no sul do Peru

Milhares de pessoas mantinham como reféns nesta segunda-feira um general e 65 agentes, após violentos confrontos entre a polícia de choque e grevistas na região de Moquegua, no sul do Peru, informou a Defensoria do Povo.

AFP |

Outros treze policiais, a maioria agentes feridas, foram libertados para receber atendimento médico, disse à AFP Verónica Paredes, funcionária da Defensoria em Moquegua, 1.200 km ao sul de Lima.

Segundo Paredes, o general detido é o comandante da polícia Alberto Jordán.

"Os reféns foram levados para a catedral de Moquegua, de onde não podem sair", informou Paredes, destacando que os confrontos deixaram mais de 60 feridos, a maioria policiais.

Segundo Hernán Cuba, também funcionário da Defensoria do Povo, a catedral foi cercada por "uma enorme multidão" e os ânimos estão exaltados.

O general Jordán foi feito refém durante violentos choques ocorridos na manhã de hoje em torno da ponte de Montalvo, na rodovia Pan-Americana, bloqueada por manifestantes.

A população de Moquegua exige do governo uma divisão mais equitativa do imposto cobrado à mineradora Southern Peru, controlada pelo Grupo México, que explora jazidas de cobre na região.

Leia mais sobre: Peru

    Leia tudo sobre: peru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG