Manifestantes começam retirada da sede do Governo na Tailândia

Bangcoc - Os manifestantes opositores ao governo na Tailândia começaram a abandonar as cercanias da sede do Executivo, depois que seus líderes aceitassem pôr fim à mobilização que exigia a queda do premiê Abhisit Vejjajiva.

Redação com agências internacionais |

  • Veja a galeria de fotos dos protestos na Tailândia
  • Manifestantes e policiais entram em confronto violento; assista
  • Entenda os protestos e a crise política na Tailândia
  • A saída começou depois que os líderes dos protestos se reuniram com o chefe da Polícia Nacional, general Phatcharawat Musihgapong, em uma das ruas adjacentes ao palácio governamental.

    Após se verem cercados pelas tropas, os dirigentes da Frente Unida para a Democracia e contra a Ditadura, formada por seguidores do deposto ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, decidiram abandonar o local como forma de não pôr em risco a segurança dos ativistas.

    Manifestações

    Cerca de 2.500 manifestantes contrários ao governo ocupavam a sede do Executivo de Bangcoc. Em um dia de muitos confrontos entre insatisfeitos e exército local, duas pessooas morreram e ao menos 113 ficaram feridas.

    Duas pessoas morrem em confrontos; veja o vídeo

    * Com AFP, AP e Efe

    Leia mais sobre Tailândia

      Leia tudo sobre: tailândia

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG