Washington, 13 jul (EFE).- Um homem interrompeu hoje a audiência de confirmação no Senado de Sonia Sotomayor como magistrada da Suprema Corte americana, com gritos de aborto é assassinato.

O homem, que tinha entrado no Comitê Judicial do Senado como parte do público, interrompeu as palavras da senadora democrata Dianne Feinstein, que é a favor do aborto.

"Senadora, que acontece com os que não nascem? O aborto é assassinato", gritou o manifestante, de pé.

A Polícia do Congresso o retirou imediatamente da sala e o presidente do Comitê, o democrata Patrick Leahy, disse que não permitirá "nenhuma manifestação a favor ou contra" Sonia. EFE cma/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.