Manifestações na Nicarágua deixam 7 policiais feridos

Protestos eram a favor e contra ao presidente do país, Daniel Ortega, que tentará se reeleger em novembro

EFE |

Milhares de seguidores e opositores do presidente nicaraguense, Daniel Ortega, realizaram protestos nas ruas da capital Manágua a favor e contra a possível reeleição do governante sandinista no pleito de novembro, deixando ao menos sete policiais feridos.

A chefe da Polícia Nacional da Nicarágua, Aminta Granera, disse à imprensa que um dos agentes se encontra na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital de Manágua depois de ficar ferido por uma multidão que protestava contra a reeleição de Ortega.

Os opositores enfrentaram os policiais no sul de Manágua e tentaram romper um forte cerco de segurança para chegar a uma praça ocupada pelos sandinistas.

Segundo a chefe policial, os opositores tinham aerossóis, pedras, morteiros de fabricação artesanal e paus com a bandeira da Nicarágua para agredir os oficiais, que não os permitiram se aproximar da praça.

"Não detivemos ninguém como um gesto de boa vontade desta Polícia e do Governo da Nicarágua", disse Aminta, quem explicou que não detiveram ninguém porque não queriam "gerar maior violência" e que, se fosse "em outro país, teria havido um derramamento de sangue".

    Leia tudo sobre: NICARÁGUAELEIÇÕES

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG