Manifestações e detenções antecedem convenção republicana nos EUA

St.Paul (EUA.

EFE |

), 31 ago (EFE) - Pelo menos dez pessoas foram detidas em Minneapolis-St.Paul durante um ato convocado para protestar contra as guerras do Iraque e Afeganistão quando os manifestantes se aproximaram do Xcel Energy Center, onde, na segunda-feira, começa a Convenção Nacional Republicana.

A Polícia deteve os manifestantes quando esses tentaram atravessar uma das cercas de segurança instaladas pelas forças de segurança ao redor do Xcel Energy Center.

Após a manifestação pelo centro de Minneapolis-St.Paul, 500 pessoas se reuniram em frente ao edifício do Capitólio de Minnesota e colocaram dezenas de botas com os nomes de algumas das pessoas mortas no Iraque e no Afeganistão.

Entre os detidos nas operações há pelo menos cinco membros do Comitê de Recepção da Convenção Nacional Republicana, um grupo qualificado como "anarquista" pelas autoridades de Minneapolis e St.Paul.

Alguns dos manifestantes usavam macacões laranja iguais aos dos detentos da prisão militar americana de Guantánamo (Cuba).

Outros exibiram cartazes pedindo a detenção do vice-presidente americano, Dick Cheney.

A manifestação aconteceu horas depois de a Polícia de Minneapolis-St.Paul ter feito uma série de polêmicas operações contra grupos que planejavam protestos contra a convenção republicana.

O prefeito de St.Paul, Chris Coleman, justificou hoje as detenções para garantir os direitos dos manifestantes pacíficos.

Coleman disse que, durante as operações, a Polícia apreendeu coquetéis Molotov e outro material que poderia ter sido usado contra as forças de segurança.

Apesar de o presidente americano, George W. Bush, não ir mais para Minneapolis-St.Paul, como tinha previsto, pela chegada, aos Estados Unidos, do furacão "Gustav", a segurança é rígida em torno do Xcel Energy Center.

Na manhã deste domingo, centenas de policiais e pessoal militar controlavam os principais pontos de acesso ao local, enquanto cinco helicópteros carregados com agentes do serviço secreto e do Exército sobrevoavam o Xcel Energy Center.

A Convenção Nacional Republicana ocorrerá, inicialmente, de segunda a quinta-feira, mas o furacão "Gustav", que chegará à costa americana do Golfo do México na segunda-feira, pode causar mudanças no programa.

Durante a convenção, o senador do Arizona John McCain será nomeado oficialmente candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos. EFE jcr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG