Manifestações deixaram 28 mortos em Madagascar

Ao menos 28 pessoas morreram e 212 foram feridas no último sábado em Antananarivo, quando a guarda da presidência abriu fogo contra os partidários do prefeito destituído da capital, Andry Rajoelina, informaram neste domingo fontes da gendarmeria.

AFP |

"Nos três principais hospitais da cidade, foram registrados 28 mortos e 212 feridos", disse o capitão Lala Rakotonirina, chefe do serviço de comunicação da gendarmeria nacional.

"90% dos feridos foram atingidos por projéteis de metal", afirmou Eric Rambinison, diretor técnico do hospital universitário da cidade, para onde foi levada a maioria das vítimas.

Com estas vítimas, aumenta para 96 o número de mortos na onda de violência que sacode o país desde que em 26 de janeiro começou uma briga político entre Rajoelina e o presidente Marc Ravalomanana.

Leia mais sobre: Madagascar

    Leia tudo sobre: madagascar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG