Cerca de 500 pessoas, segundo a polícia e os organizadores, protestaram na tarde desta sexta-feira em Paris contra a visita do Papa Bento XVI ao país, convocada pela associação Remballe ton Pape (Mande o seu Papa passear).

Os manifestantes querem garantir que a "Igreja não se intrometa na política" e no "livre acesso à gratuidade total de todos os meios contraceptivos e ao aborto", segundo os panfletos distribuídos durante o ato.

O protesto, que durou uma hora e meia, foi organizado por um grupo que reúne partidos e associações como a Liga Comunista Revolucionária (LCR) e a Alternativa Libertária.

bur/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.