Manifestação anti-Ahmadinejad em Teerã é adiada, diz site

TEERÃ (Reuters) - Uma manifestação programada para esta segunda-feira em Teerã por apoiadores do candidato presidencial derrotado Mirhossein Mousavi foi adiada, de acordo com uma manchete que foi exibida rapidamente no site de Mousavi na Internet. O site afirmou que o protesto, convocado para contestar o resultado oficial da eleição de sexta-feira no Irã, foi adiada após o Ministério do Interior ter negado uma autorização para que a manifestação fosse realizada nas ruas da capital.

Reuters |

"Devido à falta de permissão do Ministério do Interior, a manifestação de segunda-feira por parte dos apoiadores de Mousavi foi adiada", disse a manchete do site.

Não foi possível ler o texto completo do comunicado, e a manchete foi depois retirada do ar. O título disse que Mousavi estava contestando a decisão do Ministério do Interior.

Essa seria a terceira manifestação em dias consecutivos em Teerã, após a derrota de Mousavi para o presidente linha-dura Mahmoud Ahmadinejad. Mousavi entrou com um pedido na Justiça solicitando que o pleito seja anulado, citando irregularidades. A ação será julgada dentro de 10 dias.

Ahmadinejad e o Ministério do Interior negaram as acusações de irregularidades na eleição, e o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu que o povo iraniano apóie Ahmadinejad.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG