favores a magnata russo - Mundo - iG" /

Mandelson nega concessão de favores a magnata russo

O ministro britânico do Comércio, Peter Mandelson, voltou a negar, neste domingo, que tenha concedido favores ao oligarca russo Oleg Deripaska, quando era comissário europeu de Comércio.

AFP |

"Foram ditas muitas coisas sobre minhas relações com um empresário russo, em especial", disse Mandelson, hoje de manhã, em entrevista à rede britânica Sky News.

"Tudo o que eu queria dizer sobre esse tema é que ele nunca pediu favores, e eu nunca lhe concedi favores, e foi o que a Comissão Européia estabeleceu, claramente, na investigação sobre essa situação", insistiu o ministro, antes de partir para uma viagem de quatro dias a Moscou, com uma delegação de industriais britânicos.

Hoje, a Comissão Européia defendeu Mandelson mais uma vez, garantindo que ele "não interveio, em momento algum, a favor" de Deripaska.

"Não há ingerência política da parte de Peter Mandelson, em nenhum desses casos", declarou o diretor-geral de Comércio Exterior da Comissão, David O'Sullivan, em declaração enviada neste domingo à AFP.

Esses "dossiês" fazem referência à redução dos direitos tarifários europeus sobre o alumínio e à supressão de "medidas antidumping" aplicadas a algumas empresas russas especializadas em alumínio, entre elas, a Rusal, principal companhia de Deripaska.

Pouco após a entrada de Mandelson no governo trabalhista britânico em setembro, os conservadores lhe pediram explicações sobre seus vínculos com Deripaska.

No verão passado (hemisfério norte), quando ainda era comissário do Comércio, Mandelson se reuniu com o magnata russo, em seu iate, na ilha grega de Corfu.

elm/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG