Mandelson diz ter conhecido empresário antes de redução de tarifa ao alumínio

Londres, 25 out (EFE).- O ministro de Negócios e Empresas britânico e ex-comissário de Comércio da União Européia (UE), Peter Mandelson, disse hoje que conheceu o empresário russo Oleg Deripaska em 2004, antes de este se beneficiar da redução de tarifas européias ao alumínio.

EFE |

Em carta publicada hoje no jornal "The Times", Mandelson afirmou que conheceu Deripaska em 2004, e não em 2006, como haviam afirmado funcionários da União Européia.

Mandelson admite que muita gente talvez se sinta enganada pelos dados apresentados por seus funcionários quando ele era comissário de Comércio.

Os negócios de Deripaska - que havia convidado Mandelson para seu iate e que é dono da Rusal, maior produtora de alumínio do mundo - foram os maiores beneficiados quando a UE decidiu reduzir as tarifas européias ao produto, em dezembro de 2005.

A imprensa britânica criticou os vínculos de Mandelson e Deripaska, porque acredita que houve um conflito de interesses.

Ao referir-se à declaração dos funcionários da UE sobre seus encontros com Deripaska nos anos de 2006 e 2007, Mandelson diz na carta que muita gente chegou à conclusão natural de que seu primeiro encontro com o empresário foi em 2006.

"Este não é o caso. O que posso lembrar é que nos encontramos pela primeira vez em 2004 e o vi depois várias vezes", disse o ministro, em sua carta.

"Como ministro de Negócios e Empresas, continuarei agindo levando em conta o interesse da população, algo que as pessoas têm direito de esperar", afirmou Mandelson. EFE vg/fh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG