Mandela prega unidade no ANC e o respeito da democracia na África do Sul

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela promoveu neste sábado a unidade no Congresso Nacional Africano (ANC), seu antigo movimento de luta contra o apartheid no poder desde 1994, abalado há meses por conflitos internos.

AFP |

"Precisamos reafirmar os princípios de direção coletiva" de nosso movimento, clamou Nelso Mandela a milhares de partidários do ANC, reunidos em um estádio de Pretoria para comemorar os 90 anos do ex-presidente sul-africano.

"Não podemos deixar que indivíduos, facções ou grupos se considerem superiores à organização. Precisamos de disciplina, de líderes e de membros que respeitem o movimento", acrescentou.

O ANC está dividido desde dezembro passado, quando o chefe do Estado, Thabo Mbeki, perdeu a direção do partido para o popular e controvertido Jacob Zuma, favorito para a presidência do país em 2009.

"Precisamos celebrar nossa tradição de debates, de críticas e de discussões, sempre no respeito das instituições da democracia", prosseguiu Mandela.

Partidários de Zuma, indiciado por corrupção, lançaram vários ataques contra o sistema judiciário, que acusam de ser o instrumento de uma "manipulação política" destinada a afastar do poder o líder do ANC.

chp/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG