http://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sulcomemora 90 anoshttp://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sul, que a pobreza continua assolando a África. Mandela, que tinha dito que desejava que a comemoração deste dia fosse familiar, acabou concordando em receber um reduzido grupo de jornalistas no salão de sua casa em Qunu, um pequeno povoado nas colinas do sul da África, na província do Cabo Oriental, onde foi criado. " / http://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sulcomemora 90 anoshttp://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sul, que a pobreza continua assolando a África. Mandela, que tinha dito que desejava que a comemoração deste dia fosse familiar, acabou concordando em receber um reduzido grupo de jornalistas no salão de sua casa em Qunu, um pequeno povoado nas colinas do sul da África, na província do Cabo Oriental, onde foi criado. " /

Mandela lembra ao mundo que a pobreza continua afetando a África

WASHINGTON - Nelson Mandela, símbolo da luta contra o apartheid na África do Sul e prêmio Nobel da Paz, lembrou hoje, quando http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/07/18/mandela_comemora_90_anos_em_seu_povoado_natal_na_africa_do_sul_1452860.htmlhttp://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sulcomemora 90 anoshttp://publicador06.brti.com.br/publicador/sites/materias/Mandela comemora aniversário de 90 anos na África do Sul, que a pobreza continua assolando a África. Mandela, que tinha dito que desejava que a comemoração deste dia fosse familiar, acabou concordando em receber um reduzido grupo de jornalistas no salão de sua casa em Qunu, um pequeno povoado nas colinas do sul da África, na província do Cabo Oriental, onde foi criado.

EFE |

AP
Mandela chegou a ficar 30 anos preso
O ex-presidente sul-africano, que entrou na sala brincando e perguntando "que dia é hoje?", fingindo não saber que era seu aniversário, enviou durante a entrevista, transmitida pela cadeia "CNN", uma mensagem ao mundo de que a África ainda sofre.

Cercado pelos netos, o líder africano lamentou a grande diferença existente entre ricos e pobres na África do Sul. "A pobreza ainda ameaça nossa gente; se você é pobre, não tem muitas possibilidades de viver muito", afirmou.

Na conversa, a primeira concedida por Mandela desde que anunciou, em 2004, que já não queria dar mais entrevistas, o símbolo da luta contra a segregação racial afirmou que está muito feliz de ter chegado aos 90 anos.

Mandela, que foi o primeiro presidente que governou a África do Sul após a queda do regime de segregação racial, em 1994, atribuiu a longevidade à sua forma de viver. Questionado sobre se teria gostado de passar mais tempo com a família, Mandela respondeu de afirmativamente, mas ressaltou que não se arrepende de suas lutas. 

O Prêmio Nobel da Paz foi condenado, em 1964, à prisão perpétua por "alta traição", como dirigente do Congresso Nacional Africano, e passou 26 anos na prisão, até que foi libertado em 1990.

A esposa do líder, Graça Machel, com a qual se casou há exatos dez anos, no 80º aniversário de Mandela, estava sentada perto dele durante a entrevista.

Reprodução
Personalidades do mundo felicitam Mandela
Mandela, nascido em 1918 na província sul-africana do Cabo Oriental, recebeu em 1993 o Prêmio Nobel da Paz por sua luta contra o regime segregacionista do "apartheid" e, no ano seguinte, em 1994, foi eleito o primeiro presidente negro do país.

Em 2004, Mandela se retirou da vida pública e hoje passa seu 90º aniversário em sua aldeia natal, Qunu, acompanhado da família.

Mandela se reunirá amanhã com mais de 500 amigos em Qunu para celebrar uma festa privada pela ocasião.

Leia mais sobre: Nelson Mandela

    Leia tudo sobre: nelson mandela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG