Mandela é homenageado com estátua onde foi prisioneiro

Johanesburgo, 21 ago (EFE).- Uma estátua de Nelson Mandela, sorridente e com seu punho direito erguido, assim como o mundo viu no momento em que ele deixou a prisão, em 1990, foi inaugurada hoje em frente à penitenciária como parte da celebração pelos seus 90 de idade.

EFE |

Apesar do frio e da chuva, Mandela foi à província de Cabo Ocidental para assistir à cerimônia de inauguração da estátua de bronze, que pesa cerca de 500 quilos e mede mais de três metros.

O monumento foi erigido na frente da prisão Groot Drakenstein - chamada anteriormente Victor Verster - de onde Mandela saiu em 11 de fevereiro de 1990, após 27 anos de encarceramento por sua oposição ao regime do apartheid.

A estátua foi descoberta e mostrada ao público pelo ministro de Arte e Cultura sul-africano, Pallo Jordan, que destacou que durante os 27 anos em que ficou preso, Mandela se transformou no "prisioneiro político mais famoso do mundo".

Situada 70 quilômetros ao leste da Cidade do Cabo, a prisão Groot Drakenstein foi o último dos três estabelecimentos penitenciários em que Mandela ficou detido após ser considerado culpado em 1963 de traição e sabotagem contra o então regime segregacionista sul-africano. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG