interrompe reclusão para receber Lula - Mundo - iG" /

Mandela interrompe reclusão para receber Lula

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, abriu uma exceção na sua aposentadoria de aparições públicas para receber o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os dois encontraram-se nesta quinta-feira em Moçambique.

BBC Brasil |

Lula tirou alguns minutos da sua agenda de visita oficial ao país para visitar Mandela na casa da esposa do ex-presidente sul-africano, em Maputo.

As aparições públicas de Mandela vêm se tornando cada vez mais raras, devido à sua idade avançada e a problemas de saúde.

Na véspera do encontro, o Itamaraty disse que a esposa de Mandela, Graça Machel, havia pedido que o encontro fosse realizado sem cobertura da imprensa e sem a presença de outros ministros.

No entanto, os jornalistas brasileiros que aguardavam em frente à casa pela saída de Lula foram surpreendidos por um convite para entrar no pátio e registrar imagens dos dois líderes.

Após o encontro reservado de cerca de quinze minutos, Mandela e Lula saíram da casa para posar para fotos. Mandela, de 90 anos, caminhou lentamente apoiado em uma bengala e no braço de Lula.

"Eu estou muito honrado de receber o presidente Lula", disse Mandela, e ainda brincou com os jornalistas brasileiros: "Na minha idade, eu deveria estar cavando a minha própria cova. Na minha idade eu não me reúno com presidentes."
Lula disse que o encontro com Mandela foi "emocionante". Após o encontro, Lula disse ao presidente de Moçambique, Armando Guebuza, que o sul-africano "está muito bem, muito lúcido".

Para conseguir o raro encontro com Mandela, o presidente brasileiro revelou que recorreu ao seu passado de líder sindical e entrou em contato com a Cosatu, central sindical da África do Sul, que é muito próxima do Congresso Nacional Africano (CNA), o partido de Mandela.

Aposentadoria
Mandela, que presidiu a África do Sul entre 1994 e 1998, é o principal símbolo da luta contra o regime do apartheid, de segregação racial, tendo ficado preso por mais de 27 anos.

Em 2004, aos 85 anos, ele anunciou que "se aposentaria" da vida pública.

Uma das últimas aparições públicas de Mandela foi em junho deste ano, quando ele viajou a Londres para participar de um show em homenagem aos seus 90 anos. Na ocasião, ele foi recebido pela rainha Elizabeth II.

Mandela passa parte do seu tempo em Maputo, na casa de sua esposa Graça Machel, com quem é casado há dez anos.

A moçambicana Graça Machel é viúva do revolucionário socialista Samora Machel, que liderou a Frente de Liberação de Moçambique (Frelimo) e foi o primeiro presidente do país após a independência, até sua morte em 1986, em um acidente aéreo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG