Mancha de óleo no mar equivale a 50 cidades de SP

Petróleo que vaza de plataforma no Golfo do México encheria uma piscina olímpica por dia

iG São Paulo |

Cerca de 5 mil barris de óleo vazam diariamente para o oceano desde a explosão de uma plataforma de petróleo no Golfo do México, no último dia 22. Isso significa que a mancha que avança pela costa americana ganha a cada dia 795 mil litros de petróleo – um barril comporta 159 litros do produto, de acordo com o conversor de medidas do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem).
Espalhada, a mancha representa uma área de 74,1 mil quilômetros quadrados, nas contas da BBC. São quase 50 cidades do tamanho de São Paulo de área contaminada.

Arte/iG
Mapa mostra avanço da mancha de petróleo em direção à costa da Louisiana

O vazamento é cinco vezes maior que o previsto e foi considerado catástrofe nacional pelo governo, que ordenou o uso de "todos os recursos disponíveis".

Se for levar em conta apenas os prejuízos financeiros, a conclusão seria que são jorrados ao mar diariamente US$ 430.000, já que o barril de petróleo era vendido, em média, a US$ 86 na última semana.

Em menos de três dias, o volume diário de óleo que vaza da plataforma encheria uma piscina olímpica com medidas oficiais (50 metros de comprimento, 2 metros de profundidade e 25 metros de largura).

O temor maior é com a destruição de praias e refúgios de vida selvagem que podem ser atingidos em quatro Estados americanos.

Parte do óleo chegou à costa do Estado da Louisiana já na noite desta quinta-feira. Atingiu uma ilha perto do delta do rio Mississipi, segundo a Guarda Costeira dos Estados Unidos. A situação levou o presidente americano, Barack Obama, a agendar uma visita à zona atingida pelo derramamento acidental.

    Leia tudo sobre: acidentepetróleo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG