cortar a mão de membros do Baath que impedirem eleições - Mundo - iG" /

Maliki ameaça cortar a mão de membros do Baath que impedirem eleições

Bagdá, 22 jan (EFE).- O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, ameaçou os membros do partido Baath de cortar-lhes a mão se virassem um empecilho para as próximas eleições parlamentares programadas para 7 de março.

EFE |

Em declarações divulgadas pelo canal de televisão "Al-Iraquiya", Maliki acrescentou que ele não pode intervir nas decisões da Comissão de Justiça e Integridade, responsável pela proibição a mais de 500 candidatos de concorrer às eleições, entre eles os do Baath.

O Baath é o partido do ex-ditador do Iraque Saddam Hussein, destituído do poder à força pela coalizão anglo-americana que invadiu o país em março de 2003.

A Comissão Eleitoral iraquiana, a pedido da Comissão de Justiça e Integridade, rejeitou 500 candidaturas para as eleições parlamentares previstas para 7 de março por seus supostos vínculos com o dissolvido partido Baath de Saddam Hussein.

"É do interesse do Iraque manter afastado qualquer pessoa que glorifique o regime desaparecido e seu ódio institucionalizado", afirmou o primeiro-ministro. EFE nq/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG