Mal-estar estomacal de Fujimori força suspensão de audiências

Lima, 24 dez (EFE).- Um mal-estar estomacal sofrido pelo ex-presidente peruano Alberto Fujimori forçou hoje a suspensão das audiências em seu julgamento por suposta violação aos direitos humanos até a próxima segunda-feira, anunciou uma fonte judicial.

EFE |

O presidente da vara que o julga, César San Martín, informou que Fujimori tem uma gastroenterocolite e desidratação, por isso os médicos recomendaram que fique em repouso por 48 horas.

Hoje, Fujimori deveria se apresentar à audiência pública para seguir com a visualização de vídeos e o depoimento de algumas testemunhas, como parte da exposição de provas documentais.

Nesse sentido, San Martín determinou que as audiências sejam retomadas na próxima segunda-feira, após as festas de Natal.

O ex-presidente peruano enfrenta uma condenação de 30 anos de prisão pelo assassinato de 15 pessoas em Barrios Altos (1991) e de nove estudantes e um professor da Universidade La Cantuta (1992), crimes cometidos pelo grupo militar clandestino Colina. EFE mmr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG