Malaio é assassinado em karaokê por não querer largar o microfone

KUALA LUMPUR - Os clientes de um karaokê bateram e mataram a punhaladas um malaio que cantava sem querer dividir o microfone com as outras pessoas, informou hoje a imprensa da Malásia.

EFE |

Abdul Sani Doli, de 23 anos, morreu com uma punhalada no peito, e a polícia deteve duas pessoas relacionadas ao crime.

O fato ocorreu na quarta-feira em um karaokê da localidade de Sandakan, a segunda cidade mais importante do estado de Sabah, na ilha de Bornéu.

Leia mais sobre Karaokê

    Leia tudo sobre: karaokê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG