Um pequeno avião monomotor que transportava drogas caiu na madrugada de terça para quarta-feira no norte de Honduras, informou nesta quarta o porta-voz da Força Naval hondurenha, contra-almirante Juan Pablo Rodríguez - é o 12º este ano.

Os dois ocupantes da aeronave morreram no acidente.

"Temos um relatório preliminar informando que um avião caiu num setor chamado Trípoli", nas proximidades do porto de Tela, 350 km a norte da capital, e que a aeronave "se queimou completamente", disse o oficial à AFP.

Em 2009, até o dia 6 de junho, haviam caído em diferentes pontos de Honduras 12 aviões que faziam transporte de entorpecentes. As autoridades apreenderam 3.452 quilos de cocaína em cinco delas - nos outros casos, os traficantes conseguiram seguir adiante com a carga.

Na segunda-feira, Micheletti declarou que, desde que assumiu o poder após o golpe de Estado de 28 de junho, não apareciam no país aeronaves com drogas em Honduras.

"Por acaso, há 21 dias não cai nenhum monomotor com matrícula da Venezuela" em solo hondurenho, disse Micheletti em um ato com funcionários e seguidores.

O chefe da Diretoria Especial de Serviços de Investigação, René Madariaga, informou que o avião monomotor, pintado de azul e branco, tinha matrícula PR-SEO e é de propriedade de Gilberto Ramírez Romero.

fj/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.