Mais um incidente para a companhia aérea Qantas

Um Boeing 767 da companhia australiana Qantas com destino às Filipinas teve que voltar neste sábado pouco depois da decolagem devido a um vazamento do sistema hidráulico em uma das asas do aparelho.

AFP |

Trata-se do terceiro incidente envolvendo a Qantas em uma semana.

O vôo com destino a Manila, com 200 passageiros a bordo, "pousou sem problemas, depois de o capitão ter notado um vazamento do sistema hidráulico", declarou uma porta-voz da companhia, desmentindo que tenha havido um pouso de emergência.

De acordo com Peter Gibson, um responsável pela Segurança da aviação civil, os controladores aéreos detectaram um problema no aeroporto de Sydney.

Os controladores "notaram algo que acreditaram ser fumaça saindo da parte de trás do aparelho", declarou Gibson ao canal de TV Nine.

Em 28 de julho, um avião da Qantas teve que efetuar um pouso de emergência em Adelaide, no sul da Austrália, devido a um problema mecânico no trem de aterrissagem.

Em 25 de julho, um 747-400 da mesma companhia teve que fazer um pouso de emergência em Manila devido à aparição de um buraco na fuselagem, na altura de uma das asas. O aparelho, com 365 passageiros a bordo, conseguiu pousar no aeroporto da capital filipina depois de uma queda de cerca de 6.000 metros.

ns/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG