Mais recente desastre em mina de carvão da China mata 25

PEQUIM (Reuters) - Ao menos 25 mineiros morreram num incêndio em uma mina de carvão na região central da China e três outros continuam soterrados, informou a mídia estatal na quarta-feira, no mais recente desastre ocorrido na indústria de mineração mais perigosa do mundo. O acidente ocorreu no município de Xiangtan na província de Hunan, segundo informações da agência oficial de notícias, Xinhua, quando cabos subterrâneos pegaram fogo. Apesar de 43 mineiros terem sobrevivido, membros da equipe de resgate disseram que as condições eram severas.

Reuters |

"O trabalho de resgate é extremamente difícil, com muito gás tóxico na mina após o incêndio", disse Wang Shuhe, vice-diretor do Departamento de Estado para a Segurança em Minas de Carvão, citado pela Xinhua.

O relatório acrescentou que a mina de carvão tinha administração privada e cerca de 180 empregados. Estava sendo atualizada para dobrar a produção anual para 60 mil toneladas.

A China tem a indústria de mineração de carvão com maior índice de mortes no mundo, e mais de 3 mil pessoas foram mortas em inundações, explosões e desmoronamentos e outros acidentes apenas em 2008.

Uma explosão ocorrida numa mina no nordeste da China em novembro matou pelo menos 104 pessoas.

Comparado a outros trabalhos manuais, os mineiros de carvão chineses podem receber salários relativamente altos, atraindo trabalhadores e agricultores a aceitarem as condições precárias e pouco ventiladas do local de trabalho.

(Reportagem de Ben Blanchard)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG