Mais dois são detidos por atentado na Irlanda do Norte

Dublin, 16 mar (EFE).- Mais dois homens supostamente ligados ao assassinato de um policial na semana passada foram detidos hoje pela Polícia da Irlanda do Norte (PSNI), segundo fontes oficiais.

EFE |

Os suspeitos, de 27 e 31 anos, foram detidos em Craigavon, onde o policial Stephen Carroll foi morto no último dia 9 por terroristas do IRA de Continuidade, uma cisão do já inativo Exército Republicano Irlandês (IRA, em inglês) que se opõe aos acordos de paz para a região.

Outras cinco pessoas, entre elas uma mulher, continuam sendo interrogadas pela PSNI por seu envolvimento na morte de Carroll, católico de 48 anos.

Além disso, outros quatro suspeitos permanecem detidos por sua suposta relação com os assassinatos de dois soldados britânicos dois dias antes da morte do policial.

Faz parte desse último grupo de detidos o norte-irlandês Colin Duffy, 41 anos, ex-militante do IRA e agora supostamente vinculado ao IRA Autêntico, grupo responsável pela morte dos dois soldados na base militar de Massereene, ao norte de Belfast.

Nos anos 90, Duffy foi acusado pelo assassinato de um soldado e de dois policiais, mas nunca chegou a ser julgado. Sua representante legal, Rosemary Nelson, morreu em 1999 após a explosão de um carro-bomba estacionado em frente à sua casa. EFE ja/bba/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG