Mais de mil pessoas atacam delegacia no norte do Peru

Mais de mil pessoas atacaram e destruíram uma delegacia, nesta quarta-feira, na região norte do Peru, onde mais de 20 agentes tentavam se proteger de exaltados manifestantes, informou um policial, de dentro do prédio, a uma rádio de Lima, acrescentando que há feridos.

AFP |

"Estamos sendo agredidos. Muitas pessoas tomaram uma parte da delegacia e temos pessoal policial ferido. Pedimos apoio ao nosso comando, por favor", disse um policial, por telefone, à emissora Radioprogramas do Peru.

O incidente aconteceu no distrito de Nuevo Cajamarca, no departamento amazônico de San Martín, 700 km ao nordeste de Lima.

Os policiais estão no segundo andar do prédio, enquanto os manifestantes ocupam o térreo, onde já queimaram documentos, declarou o agente, que pediu para não ser identificado.

Enquanto a polícia informava o que estava acontecendo, ouvia-se os disparos dos agentes. "São disparos dissuasivos do pessoal policial (porque) estão tentando tomar a delegacia de novo. São tiros para o alto para que a multidão disperse", acrescentou o policial, bastante nervoso.

O ataque aconteceu, inclusive, com armas de fogo, motivo pelo qual há alguns agentes feridos, completou, ressaltando que é "uma situação muito crítica".

"Destruíram a delegacia totalmente, houve saques, destruíram os computadores e queimaram documentos", relatou.

O policial disse que não podiam deixar o local, porque há armas que devem proteger e evitar que caiam nas mãos dos manifestantes.

O problema começou de manhã, quando a polícia desocupou um imóvel próximo, lançando gás lacrimogêneo. Segundo denúncias dos moradores, os gases se espalharam até uma escola, afetando várias crianças. Aparentemente, isso provocou a reação da população, que atacou a delegacia.

Leia mais sobre: P eru

    Leia tudo sobre: peru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG