Tamanho do texto

Cabul, 28 ago (EFE).- Mais de cem supostos talibãs morreram em operações de combate das forças afegãs e americanas em um dos principais redutos dos insurgentes, a província de Helmand, segundo um comunicado divulgado hoje pelo comando militar dos Estados Unidos.

Os confrontos, desde 25 de agosto até hoje, ocorreram depois que as tropas da coalizão liderada pelos EUA e as forças afegãs patrulharam pela zona e foram atacados por insurgentes com armas leves, lança-granadas e fogo de morteiro, segundo o comando americano.

As patrulhas abriram fogo contra os supostos talibãs e os dois lados estiveram envolvidos em "numerosos combates", após os quais as Forças Aéreas americanas bombardearam a zona, segundo o comunicado.

"Estes incidentes estão relacionados com uma operação em andamento", afirmou o comando militar dos EUA, que não deu mais detalhes.

Não houve vítimas civis entre as forças afegãs e da coalizão, segundo os EUA. EFE nh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.