Mais de 90 pessoas são resgatadas vivas no Haiti

Genebra, 19 jan (EFE).- As equipes de resgate que trabalham na devastada Porto Príncipe conseguiram retirar mais de 90 pessoas com vida sob os escombros desde o terremoto, há uma semana, disse hoje uma fonte da ONU.

EFE |

Elizabeth Byrs, porta-voz do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) da ONU, elevou, assim, o número de pessoas encontradas vivas após permanecer sob os edifícios destruídos, que era de 71 pessoas.

Os trabalhos de resgate têm a participação de 43 equipes de todo o mundo, que contam com mais de 1,7 mil membros e 161 cães treinados.

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 (Brasília) da terça-feira passada e teve epicentro a 15 quilômetros da capital haitiana, Porto Príncipe. Segundo declarações à Agência Efe, o primeiro-ministro do Haiti, Jean Max Bellerive, acredita que o número de mortos superará 100 mil.

O Exército brasileiro informou que pelo menos 17 militares do país que participavam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A médica Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, e Luiz Carlos da Costa, o segundo civil mais importante na hierarquia da ONU no Haiti, também morreram no tremor. EFE vh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG