Mais de 60 latino-americanos ilegais detidos nos EUA

Autoridades do setor de imigração dos Estados Unidos detiveram nesta querta-feira 61 latino-americanos, entre eles seis crianças, em uma casa de Los Angeles, Califórnia, onde se presume terem chegado após atravessar a fronteira americana ilegalmente, informou a agência federal.

AFP |

Os detidos pela operação, realizada às 06H30, horário local, foram encontrados em "péssimas" condições no sul de Los Angeles, a zona mais pobre da metrópole californiana, informou a porta-voz do escritório de Imigração e Alfândega (ICE), Virginia Kice.

Segundo Kice, essas pessoas haviam chegado a Los Angeles na sexta-feira passada provenitentes de El Salvador, Guatemala, Nicaragua e Equador.

Neste momento estão sendo interrogadas para saber como chegaram ao país e informar aos respectivos consulados sobre a situação de seus cidadãos.

Esta detenção de imigrantes ilegais acontece dois dias depois de o ICE realizar a maior operação na história do país: quase 400 detidos em uma empresa fornecedora de carnes Agriprocessors Inc., em Postville, em Iowa, por roubo de identidade, uso fraudulento de números do Seguro Social e outros delitos.

Esse tipo de empresa do setor alimentício tem sido alvo de várias investigações e detenções no passado por supostas violações das leis migratórias.

Alguns desses grupos empresarias apoiaram publicamente as marchas a favor da reforma migratória que sacudiram o país em 2006.

Em fevereiro, agentes do ICE também ingressaram em uma fábrica de cartuchos para impressoras na periferia de Los Angeles e deteram 92 trabalhadores latino-americanos sem documentos.

Dias depois ativistas pró-imigrantes denunciaram as violações cometidas nessa detenção em massa.

pb/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG