Mais de 50 pessoas morrem em lutas tribais em Darfur

Por Andrew Heavens CARTUM (Reuters) - Mais de 50 membros de uma tribo árabe foram mortos na quarta-feira em combates armados motivados pela luta por água e pasto no sul de Darfur, informou um importante membro de um dos grupos na quinta-feira.

Reuters |

As violentas lutas entre os nômades das tribos Rizeigat e Misseriya também foram infladas devido a matanças anteriores e ao amplo fornecimento de pequenas armas na região, disse Sadig Babo Nimir, irmão do líder da Misseriya.

Nimir disse que as lutas começaram na manhã de quarta-feira, na remota área de Abu Jabra, perto da fronteira com a região de Kordofan, ao sul.

'Todo mundo tem Kalashnikovs lá, por causa do impacto das lutas em Darfur e no sul', disse Nimir, referindo-se à guerra civil entre o norte o sul do Sudão, que terminou em 2005. 'Por causa disso, um pequeno combate pode surgir muito rapidamente.'

Nimir afirmou que seus companheiros de clã que estavam na cena disseram que a Rizeigat começou as lutas na quarta-feira, atacando um campo da Misseriya, em vingança pelas lutas por recursos ocorridas no começo do ano.

Um total de 55 pessoas morreu no combate --38 delas eram da Rizeigat e 17 da Misseryia, segundo Nimir.

Nenhum membro da Rizeigat estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG