Cinqüenta e duas meninas e adolescentes foram evacuadas na sexta-feira de um rancho no Texas (sul) pertencente a uma seita mórmon que defende a poligamia e cujo guru está preso desde 2006.

Os serviços de proteção à infância do condado de Schleicher (oeste do Texas), que supervisionam a operação, indicarma que as menores evacuadas tinha entre seis meses e 17 anos.

As jovens viviam no rancho Eldorado, uma propriedade pertencente à Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, corrente fundamentalista mórmon.

A operação foi organizada depois que as autoridades receberam informações segundo as quais um homem de 50 anos havia se casado ilegalmente com uma hoje de 16 anos, segundo o jornal San Angelo Standard-Times.

O jornal disse ainda que a adolescente seria mãe de um bebê de oito meses.

O líder da seita, Warren Jeffs, foi detido em 2006 por ser cúmplice de estupro e está pagando uma pena de prisão perpétua.

bur-ch/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.