Mais de 40 sem-terra são presos no Paraguai após morte de agente

Assunção, 20 jun (EFE).- As autoridades paraguaias detiveram hoje 43 camponeses no departamento (estado) de San Pedro (centro), onde na véspera foi assassinado a tiros um policial e outro ficou ferido em uma fazenda assediada por grupos de sem-terra.

EFE |

Fontes policiais informaram sobre as detenções durante uma operação desenvolvida por centenas de agentes nas proximidades da fazenda de propriedade da empresa Agroganadera Jejuí, onde morreu ontem o agente Hernán Fleitas, de 22 anos, e ficou gravemente ferido seu companheiro Ciriaco Barrios Paredes.

O local contava com a proteção de seis policiais após reiteradas ocupações por parte de sem-terra.

Nessa região do Paraguai, o número de invasões de terras aumentou após a chegada à Presidência do país de Fernando Lugo, em 15 de agosto do ano passado.

Segundo a Promotoria de San Pedro, o local no qual ocorreu o tiroteio já havia sido alvo de várias ocupações por parte de sem-terra, que, segundo o Ministério Público, também já tinham tentado atirar em policiais em anteriores operações de despejo. EFE rg/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG