Um total de 44% das terras em que foram construídas colônias judaicas ilegais na Cisjordânia são de proprietários palestinos, afirma um relatório do movimento Paz Agora.

O documento destaca que 44% das terras onde estão as colônias ilegais pertencem a proprietarios privados palestinos. Oitenta das 100 colônias ilegais estão em parte ou na totalidade em terrenos privados palestinos.

"O ministro da Defesa, Ehud Barak, afirmou recentemente que desmantelará as colônias ilegais construídas em terrenos privados palestinos, o que significa que terá trabalho nas próximas semanas e meses", afirmou Yariv Oppenheimer, secretário-geral do movimento Paz Agora.

O diretor do conselho de colônias israelenses na Cisjordânia, Dany Dayan, criticou o relatório e afirmou que nenhum árabe foi prejudicado.

Leia mais sobre: Cisjordânia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.