Mais de 300.000 pessoas no noroeste do Paquistão viraram deslocadas nos últimos seis meses devido à luta travada por insurgentes talibãs e as tropas governamentais, informou nesta quarta-feira a autoridade nacional de gestão de desastres.

Um total de 55.729 famílias ou 337.772 indivíduos foram registrados como deslocados internos pelas autoridades, segundo Shaukat Tahir, funcionário desse organismo.

As tropas militares paquistanesas lançaram, em meados do ano, uma vasta operação em Bajaur, Swat e outras localidades das zonas tribais fronteiriças com o Afeganistão, onde a Al-Qaeda e os talibãs têm suas bases.

mmg/jm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.