Mais de 300 pessoas fazem saída de emergência de avião da BA nos EUA

Mais de 300 passageiros e tripulantes de um avião da companhia aérea britânica British Airways tiveram que deixar a aeronave pelas saídas de emergência em um aeroporto dos Estados Unidos, na noite de sexta-feira, depois que uma fumaça invadiu a cabine. O Boeing 747 já havia encerrado o embarque e estava a caminho da pista de decolagem do aeroporto de Phoenix, no Estado do Arizona, rumo a Londres, quando passageiros começaram a reclamar da fumaça.

BBC Brasil |

Segundo relatos de testemunhas à BBC, houve gritos de "incêndio" e algumas pessoas entraram em pânico, mas não houve feridos graves.

Cerca de 15 passageiros sofreram arranhões e hematomas, e um teve de ser hospitalizado após reclamar de dor no ombro.

Equipes de bombeiros confirmaram a presença de uma fumaça leve, mas não encontraram fogo, e agora suspeitam de uma falha elétrica.

Procedimento normal
A Brisith Airways disse que o processo de evacuação dos 298 passageiros e 18 tripulantes da aeronave "seguiu os procedimentos normais de emergência".

Segundo o passageiro britânico Charles Wolf, de 16 anos, tudo parecida normal quando o avião iniciou seu deslocamento. Mas após 10 minutos na fila para a decolagem, foi notado o odor da fumaça.

"O cheiro estranho e forte invadiu a cabine. Meu nariz ficou coçando e minha garganta parecia queimada", contou Wolf à BBC.

"Algumas pessoas começaram a tossir, e outras ficaram em pânico. Depois de uns cinco minutos, alguém gritou 'fogo' e as portas se abriram e as rampas infláveis foram acionadas."

    Leia tudo sobre: aviãobritish airwayseua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG