CANBERRA - Mais de 100 pessoas deixaram nesta segunda-feira suas casas no Estado de Victoria, no sul da Austrália, quando novos incêndios ameaçaram a comunidade. O incidente ocorreu duas semanas após o país enfrentar seu pior desastre com fogo, o qual matou mais de 200 pessoas. Os bombeiros de Victoria estão combatendo os três principais focos de fogo nesta segunda-feira. Autoridades alertaram comunidades que estão em situação de risco por conta dos fortes ventos, clima seco e aumento da temperatura.

Os habitantes de Warburton, ao leste da capital do Estado, Melbourne, armaram um acampamento perto de um campo de esportes enquanto esperam passar os perigos provocados pelo fogo, à medida que autoridades alertam as pessoas para colocarem seus planos de emergência em ação.

Autoridades aumentaram o número de mortes de 7 de fevereiro em um, para o total de 210. O incêndio do início do mês destruiu pequenas comunidades, cerca de 1.800 casas, deixando 7 mil habitantes de Victoria desabrigados.

A polícia disse que uma pessoa morreu no hospital durante o final de semana por queimaduras sofridas no incêndio de 7 de fevereiro.

Leia mais sobre incêndios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.