Mais de 100 imigrantes haitianos desaparecem em águas do Caribe

Miami, 28 jul (EFE).- Mais de 100 imigrantes haitianos ilegais estão desaparecidos, depois que a embarcação onde viajavam afundou, ao bater em um recife perto do litoral caribenho das ilhas Turks e Caicos.

EFE |

Segundo informou hoje a Guarda Costeira dos Estados Unidos, os serviços de salvamento conseguiram localizar com vida 70 dos entre 160 e 200 haitianos que estariam na embarcação.

Os sobreviventes foram encontrados nos recifes onde afundou a embarcação, segundo as fontes, que não detalharam quando ocorreu o naufrágio.

Um helicóptero dos serviços de resgate dos Estados Unidos na área conseguiu evacuar quatro dos naufrágos, que estavam feridos gravemente, e os levou ao aeroporto de Providenciales, capital de Turks e Caicos.

As autoridades desta nação caribenha enviaram em lanchas pessoal e material médico para atender os naufrágos.

Os serviços de socorro também localizaram quatro cadáveres nesta área, um recife cerca de 4 quilômetros ao sul de Caicos, ilha localizada ao noroeste do Haiti.

Nos últimos anos, dezenas de haitianos morreram afogados quando tentavam chegar ao litoral dos Estados Unidos em pequenas embarcações, após atravessar as águas de Turks e Caicos e das próximas Bahamas.

O convênio migratório assinado entre Estados Unidos e Haiti estabelece que qualquer imigrante ilegal haitiano interceptado pelas autoridades americanas deve ser repatriado. EFE rml/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG