Mais de 100 casas destruídas pelo fogo na terra dos famosos na Califórnia

Os bombeiros da Califórnia estão lutando contra o fogo que se espalha por Montecito (nordeste de Los Angeles), área de residências de famosos como Michael Douglas, Oprah Winfrey e Rob Lowe, em um incêndio que, segundo as autoridades, deixou pelo menos 13 feridos e 100 mansões destruídas até agora.

AFP |

O governador Arnold Schwarzenegger declarou situação de emergência nesta sexta-feira de manhã, procedimento que permite mobilizar todos os recursos do estado (oeste dos EUA), em caso de grave perigo para a população, ou para as propriedades.

Mais de 800 hectares foram devastados desde que o fogo começou, no anoitecer de quinta-feira, e se espalhou ao longo das colinas de Montecito, famoso balneário que fica a 160 km de Los Angeles, sobre a costa do Pacífico, e onde ricos e famosos têm milionárias mansões.

As chamas, alimentadas por ventos de até 113 km/h, superaram rapidamente a capacidade de resposta da Defesa Civil local. Cerca de 1.200 bombeiros foram enviados para a área, mas o fogo seguia fora de controle esta manhã.

Pelo menos 100 casas, a maioria de luxo, foram destruídas pelas chamas. Além disso, as autoridades evacuaram cerca de 4.500 pessoas e recomendaram outras 4.500 a abandonar seus lares.

Não há informações sobre mortos, mas 13 pessoas ficaram feridas, três por queimaduras e as outras dez, por intoxicação, devido à fumaça, de acordo com números do condado de Santa Barbara.

"Estamos longe de controlar esse incêndio", disse o chefe do bombeiros de Santa Barbara, Ron Prince, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"A situação não acabou", disse Prince. "Vamos ter um dia muito, muito difícil hoje (...) Quando os ventos aumentarem esta tarde, teremos de enfrentar um grande desafio", alertou.

Não foram afetadas as casas em Montecito de celebridades como a popular apresentadora de TV Oprah Winfrey e os atores Rob Lowe e Michael Douglas.

Um representante de Oprah, que tem na região uma propriedade de 17 hectares, na qual fez uma recepção para arrecadar fundos para o então candidato à presidência Barack Obama, durante as primárias democratas, disse que as chamas não alcançaram sua casa.

Ron Prince descreveu a perda de propriedades, nesta sexta, como "enorme" e disse que apenas um esforço "super-heróico" por parte dos bombeiros conseguiu evitar uma destruição maior.

"Não pude fazer um balanço completo, mas sim, estamos falando em mais de 100 casas. Foi uma verdadeira tragédia nesse sentido", acrescentou Prince, destacando que "a boa notícia é que não soubemos de nada mais além de feridos leves".

Em 2006, a revista "Forbes" colocou Montecito em sétimo lugar em uma lista que registra os códigos postais mais caros. As casas na região custam 2,9 milhões de dólares, em média.

O outono (hemisfério norte), com os ventos de "Santa Ana", constitui uma estação de perigo para os incêndios no estado, que enfrenta há dois anos uma grave seca.

O fogo em Montecito ocorre exatamente um ano depois que uma série de incêndios devastou a Califórnia, deixando oito mortos, 2.000 casas destruídas e 640.000 desabrigados, além de 1 bilhão de dólares em danos.

Em junho e julho deste ano, cerca de 2.000 incêndios castigaram o estado.

rcw/fp/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG